Google+ Followers

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Motoristas poderão circular com extintor antigo por mais 90 dias

N/A
Falta de equipamentos motivou o adiamento
A exigência do uso do extintor do tipo ABC para carros, que passou a valer no último dia 1º, foi prorrogado por 90 dias pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O adiamento foi anunciado na noite desta segunda-feira (5) após o órgão informar, mais cedo, que não pretendia suspender a fiscalização e a multa aos motoristas que descumprissem a determinação.

O prazo conta a partir da publicação no Diário Oficial da União, mas, de acordo com a assessoria do Denatran, multas aplicadas a partir desta segunda não serão consideradas.

A medida foi tomada pelo Ministério das Cidades após motoristas de diversas regiões do País relatarem dificuldade para encontrar o equipamento à venda. A resolução entrou em vigor em 2009 e o Detran deu prazo de cinco anos para a adaptação.

Mudanças

O extintor ABC apaga incêndio em materiais sólidos como pneus, estofamentos, tapetes e revestimentos. O equipamento substituiu o extintor BC, que apaga incêndio em materiais elétricos energizados, como bateria de carro e fiação elétrica, e também nos combustíveis líquidos - óleo, gasolina e álcool -, materiais também recomendados para o extintor do tipo ABC.

O equipamento deve ser usado em automóveis de passeio, utilitários, caminhonetes, caminhão, trator, micro-ônibus, ônibus e triciclo automotor de cabine fechada. Circular sem o equipamento é infração grave, com multa de R$ 127,69 e 5 pontos na carteira de habilitação. Desde 2005, os carros novos produzidos no Brasil saem de fábrica já com o extintor recomendado.

Fonte:  Tribuna On-line