Google+ Followers

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Corpo de Bombeiros investe em ações educativas e preventivas nos balneários durante o Macapá Verão


O Corpo de Bombeiros Militar do Amapá, desde o fim do mês de junho, intensificou as ações educativas e preventivas nos balneários do Estado, através do Grupamento de Busca e Salvamento, que está reforçando a fiscalização durante o período da alta estação.







Preocupado em garantir ainda mais segurança dos veranistas, o Corpo de Bombeiros ativou novos postos de fiscalização e ampliou o número de guarda-vidas nos balneários. A corporação conta com 60 guarda-vidas aptos para o serviço de patrulhamento nas áreas com grande fluxo de banhistas, ou maior índice de ocorrências.
"Para essas ações, nós iremos contar com viaturas, embarcações, botes infláveis e boias de sinalização para indicar o limite de área permitida para o banho. Nosso objetivo é prevenir acidentes aquáticos nos balneários", explicou o tenente-coronel Roberto Nery, chefe da Comunicação Social do CBM.

Este ano, o Corpo de Bombeiros formatou o primeiro Curso de Salvamento Aquático do Amapá. "Até então, nossos guarda-vidas eram capacitados em outros estados. 16 militares participaram e, agora, atuam como multiplicadores", reforçou o oficial.

Em 2013, de acordo com as estatísticas do CBM, durante o Macapá Verão foi registrada apenas uma morte por afogamento. Este ano, nenhuma ocorrência foi atendida pela corporação até o momento.

Nos balneários com maior movimentação, principalmente nos fins de semana, o Corpo de Bombeiros trabalha com ações diferenciadas. Na Fazendinha, onde existem valas e canais na extensão da área de banho, o local é considerado de grande risco, por isso haverá sinalização com boias e placas para demarcar os espaços.

"Além de todo esse aparato, nós também vamos trabalhar com equipamentos de mergulho. Nossos mergulhadores são acionados geralmente quando alguém está desaparecido após 24 horas", ressaltou o subcomandante do 4º Grupamento Militar, tenente Santos.

O CBM faz algumas recomendações evitar acidentes na água:
- Evite nadar sozinho;
- Não tome bebida alcoólica antes de entrar na água;
- Não entre na água após alimentar-se;
- Não se afaste da margem;
- Não salte de locais elevados para dentro da água;
- Não tente salvar pessoas em afogamento sem estar devidamente habilitado;
- Prefira lançar objetos flutuantes (bolas, boias, isopores, madeiras, pranchas e outros) ou então corda para salvar pessoas ao invés da ação corpo a corpo;
- Não deixe crianças sozinhas, sem a presença de um adulto responsável;
- Olhe a sinalização do local, pois a mesma indicará se o local é próprio para banho ou não.
Por: Mônica Silva 
Agência Amapá