Google+ Followers

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão apresenta projetos de compensação ambiental ao Município de Porto Grande

Foto: Jdia
O Governo do Amapá e a empresa EDP Energias do Brasil S.A. irão a apresentar aos moradores do município de Porto Grande, nesta quarta-feira, 17, os projetos referentes à compensação ambiental da obra de construção da Hidrelétrica de Cachoeira Caldeirão, no Rio Araguari, que está sendo construída entre os municípios de Ferreira Gomes e Porto Grande. A plenária acontecerá também em Porto Grande, na Escola Maria Cristina Botelho, a partir das 10h.
Os impactos ambientais gerados pela construção da Hidrelétrica Cachoeira Caldeirão renderão benefícios sociais para a população do Centro-Oeste amapaense. São seis convênios, cujos projetos vão levar desenvolvimento econômico e social àquela região. Somados, os investimentos chegam a R$ 18,8 milhões.
Entres os projetos estão uma Unidade de Pronto Atendimento com capacidade para 450 atendimentos por dia; um Super Fácil Rural para atender os produtores rurais; um Programa de Desenvolvimento da Produção Extrativista na Região do Vale do Rio Araguari; e um outro projeto para atender também o setor primário que vai beneficiar as comunidades atingidas diretamente pelos impactos gerados pela barragem da hidrelétrica.
Além disso, os municípios serão ainda beneficiados com a implantação do Programa de Fomento à Pesca Artesanal e Aquicultura em Porto Grande e Ferreira Gomes. Da mesma forma, a população passará a contar com uma Unidade de Polícia Comunitária na aquisição de equipamentos para as polícias Civil e Militar, além de viaturas. No âmbito da ciência e tecnologia, outro projeto contará com recursos que serão usados para compensar os danos ambientais com apoio tecnológico e científico à produção agroindustrial na Bacia do Araguari.
A Usina Hidrelétrica (UHE) Cachoeira Caldeirão está sendo implantada no Rio Araguari, entre os municípios de Ferreira Gomes e Porto Grande. A empresa responsável pela obra é a EDP Energias do Brasil S.A. Com investimento de mais de R$ 1,1 bilhão em sua edificação, a UHE foi planejada para gerar 219 megawatts de energia elétrica.
Por:Lilian Monteiro
Agência Amapá