Google+ Followers

quinta-feira, 12 de março de 2015

DIA 13 DE MARÇO – DIA NACIONAL DE LUTA


13 de
marco 2015
 
DIA 13 DE MARÇO – DIA NACIONAL DE LUTA
Sexta-feira, 13 de março, é dia de ir para as ruas defender a democracia e o projeto de nação mais justa para todos. Já somam 24, as capitais que confirmaram o horário e o local onde realizarão o ato do Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos da Classe Trabalhadora, da Petrobrás, da Democracia e Reforma Política, Contra o Retrocesso.
O objetivo da mobilização é fazer frente aos ataques especulativos e políticos que recaem sobre a Petrobrás, reiterar a necessidade de derrubar as MPS 664 e 665, que restringem direitos trabalhistas como seguro-desemprego e auxílio-doença, já em vigor, e para defender a democracia.
Como ressalta o Manifesto assinado por representantes dos movimentos sindical e social, o ato de sexta-feira é em defesa dos trabalhadores e das trabalhadoras, em defesa da sociedade brasileira.
"Essa jornada requer uma ampla mobilização para derrotarmos o golpismo e retomarmos a contraofensiva política contra a direita. Dia 13, vamos ganhar ruas, praças e avenidas em defesa da Petrobras, da indústria nacional e de uma reforma política democrática", defendeu Adilson Araújo, presidente Nacional da CTB.
Em São Paulo, a concentração será às 16 horas, na Avenida Paulista, 901, em frente ao prédio da Petrobras.
Em Salvador, o movimento sindical e social têm três eventos importantes neste dia: o ato em defesa da democracia e da soberania popular; o seminário sobre conjuntura, organizado pela CTB, e a grande marcha das mulheres, no Campo Grande.
Em Alagoas, a concentração será na Praça Sinimbu, a partir das 9h00, no Centro de Maceió. Faremos depois uma grande caminhada pelas ruas do comércio. A atividade é organizada pela CTB em parceria com centrais, movimentos sociais e os partidos políticos de esquerda”, informou Sinval Costa, presidente da CTB-AL.
Já no Amazonas, a concentração começa às 16h, na Praça da Polícia e segue em caminhada até a Avenida Eduardo Ribeiro, em Defesa da Petrobras, pela Democracia, contra o Golpe em Manaus.
Confira a relação das manifestações nos estados:

Alagoas
9h: Maceió, concentração na Praça Sinimbu e caminhada até a Assembleia Legislativa


Amazonas
15h: Manaus, concentração na Praça da Polícia, seguida de caminhada até a rua Eduardo Ribeiro esquina com 7 de setembro para panfletagem.


Amapá
8h: Macapá, concentração na Praça da Bandeira
10h: caminhada até a Praça do Forte


Bahia
7h: Salvador, concentração em frente ao prédio da Petrobrás no Itaiagra
 

Ceará
8h: Fortaleza, concentração na Praça da Imprensa, e caminhada até a Assembleia Legislativa,

Distrito Federal
17h: Brasília na Rodoviária


Espírito Santo
16h30: Vitória, concentração em frente à UFES


Goiás
10h: Goiânia, no Coreto da Praça Cívica


Maranhão
7h: São Luís, panfletagem na Praça Deodoro.
15h: Concentração na Praça João Lisboa e passeata na Rua Grande até o final da mesma rua – Canto da Viração – para o Ato Político


Minas Gerais
16h: Belo Horizonte, concentração na Praça Afonso Arinos


Mato Grosso do Sul
9h: Campo Grande, será na Praça do Rádio, às 09h,


Mato Grosso
11h: Belém, Praça da República


Pará
15h: Belém, Praça da República


Paraíba
15h: João Pessoa, em frente ao Cassino da Lagoa


Pernambuco
7h: Recife, concentração no Parque 13 de Maio, depois segue para Av Guararapes,


Piauí
15h: Teresina, na Praça da Liberdade, 15h,


Paraná
17h: Curitiba, Praça Santos Andrade, marcha até a Boca Maldita


Rio de Janeiro
15h: Rio de Janeiro, concentração na Cinelândia com todos movimentos sociais e com as centrais sindicais.


Rio Grande do Norte
16h: Natal, em frente à Catedral


Rio Grande do Sul
9h: Porto Alegre, concentração em frente ao IPE-RS (Av. Borges de Medeiros, 1945), em defesa do IPE público. Após, concentração no Largo Glênio Peres, no centro da capital, seguindo em caminhadas às 12h, rumo à Praça da Matriz.


Santa Catarina
14h: Florianópolis - em frente à Catedral


Sergipe
9h: Praça Carmerino


São Paulo
16h: concentração na Avenida Paulista, 901 (em frente à Petrobrás) e caminhada até a Praça da República


Tocantins
15h30 – Concentração no Posto do Trevo 2, caminhada na Avenida Tocantins, em Taquaralto até a Praça da Igreja São José

Não aceitaremos retrocesso!