Google+ Followers

terça-feira, 3 de março de 2015

Sugestão de DDS

Problemas psicológicos afetam grande parte da população ativa do Brasil. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) cerca de 30% dos trabalhadores são acometidos por transtornos mentais, dentre esses cerca de 5 a 10% mais graves.
Jornadas de trabalho muito intensas não são novidades nas empresas, e acontecem independente do segmento em que atuam. E em muitos casos, os trabalhadores passam a viver sob tamanho estresse diante das tarefas que precisam ser realizadas, que podem desenvolver algum problema psicológico.
Problemas, distúrbios ou transtornos psicológicos são caracterizados por qualquer alteração mórbida do modo de pensar e/ou humor (emoções), e/ou por alterações mórbidas do comportamento, comprometendo a saúde física e afetiva das pessoas além de lhes impedir de ter uma boa qualidade de vida.
No ambiente da construção civil, esse diagnóstico não poderia ser diferente. Diante de longas jornadas de trabalho, trabalhos intensos, uso de força física, prazos, exigências, etc. o trabalhador pode acabar comprometendo sua saúde mental.
A pressão no trabalho gera ansiedade, sendo classificada como a principal culpada por tirar o bem estar físico e mental dos trabalhadores. Ela ataca diretamente a qualidade de vida das pessoas fazendo com que as mesmas apresentem um distúrbio denominado “presenteísmo”. Este distúrbio é caracterizado quando o empregado não desempenha suas funções nas condições de saúde ideais e tem sua produtividade diretamente afetada.
Em alguns casos de presenteísmo, a pessoa é identificada por “estar presente no local, mas com a mente em outro diferente”, ou seja, perde sua capacidade de concentração no trabalho, podendo causar acidentes, consigo mesma ou com colegas de trabalho. Nos canteiros de obras, a atenção é exigida e deve estar sempre presente, portanto, é imprescindível que todos estejam em plenas condições mentais para a realização do trabalho.
 Outros problemas também são comuns, como agressividade, depressão, irritabilidade. A rotina de trabalho muitas vezes é massacrante, e em alguns casos trabalhadores não conseguem se desligar dela, deixando de viver suas vidas pessoais por se dedicarem demais ao trabalho.
Esse tipo de conduta também gera conflitos psicológicos, pois o trabalhador começa a se questionar, “estou agindo certo?”, “preciso dar suporte a minha família, por isso trabalho tanto”, “estou cada vez mais longe dos meus filhos”. E esses questionamentos alavancam dúvidas, que desenvolvem problemas maiores.
Pensamentos como esses são ditos “catastróficos” precisam ser gerenciados. Em vez de ficar pensando no que de mal está lhe acontecendo, porque não usar o tempo para tentar encontrar soluções?
O ser humano, por si só, passa por várias dificuldades ao longo da vida, mas o mais importante é aprender a como lidar com elas, antes que elas nos dominem.
Se você estiver apresentando algum sintoma que não esteja de acordo com seu comportamento normal, procure ajuda! Se não souber aonde ir, informe-se com o responsável pelo seu setor, ele saberá te indicar a melhor forma de solucionar seu problema.
O mais importante de tudo é não se deixar abalar diante das dificuldades que a vida possa oferecer. Elas aparecem em forma de desafios, e desafios foram feitos para serem vencidos!

Não desanime!
DDS ONLINE