Google+ Followers

terça-feira, 16 de junho de 2015

MTE mantém interdição de obra do bondinho no RJ

Foto: IOERJ

Empresa pediu desinterdição mas não saneou as irregularidades

A fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro (SRTE/RJ) manteve, nesta terça-feira (16), a interdição das atividades dos operários em via pública na obra do novo sistema de bondes em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.  A manutenção da medida ocorreu após pedido de desinterdição feito pela empresa responsável pela obra.
 
A manuteção da interdição ocorreu após a auditoria ir ao local e comprovar que, apesar de ter solicitado a desinterdição, o Consórcio Elmo-Azvi não saneou as irregularidades que motivaram a paralisação do trabalho e acarreta grave e iminente risco à integridade dos trabalhadores, sobretudo com ausência de isolamento adequado das vias para execução da obra.
A nova inspeção averigou também que a barreira de madeira, instalada pela empresa,  além de não proteger os trabalhadores, agrava os riscos de acidentes  por não possuir resistência suficiente, uma vez que alguns veículos, ao passarem pela via, acabam derrubando a proteção sobre os operários. Os banheiros químicos instalados, por não possuírem lavatórios, também não foram aprovados pela fiscalização.
No relatório de manutenção da interdição foi solicitado também o comprovante de fornecimento de coletes com tiras reflexivas, além do laudo de aterramento do gerador portátil, interditado durante a inspeção realizada na semana passada. Após o cumprimento das exigências, nova vistoria será realizada na obra quando será analisada a possibilidade de desinterdição, como solicta a empresa.

Assessoeria de Imprensa/MTE