Google+ Followers

sábado, 22 de agosto de 2015

Notícia de interesse da Classe Trabalhadora: FGTS

Resultado de imagem para tabela de rendimentos do fgts
Foto: Extrato FGTS

Atualmente, a correção das contas do FGTS é feita com base na taxa referencial, mais juros de 3% ao ano. A atualização dos valores é feita todo dia 10, porém, há muita crítica nesse método. Muitos defendem a ideia em que o modelo atual está prejudicando na verdade os trabalhadores, ao não garantir sequer uma remuneração equivalente à da poupança.

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (18) um projeto em que o Fundo de Garantia do Tempo e Serviço (FGTS) tem o seu modelo de correção alterado. A votação propôs que o dinheiro seja depositado com um valor maior ou igual que o da poupança.
Com a aprovação do projeto na Câmara, a remuneração do FGTS será a mesma que vale para a poupança, que é taxa referencial mais 0,5% ao mês, se a Selic for superior a 8,5% ao ano; ou taxa referencial mais 70% da Selic ao ano, se a Selic estiver até 8,5%. Na prática, a mudança aumenta o rendimento de cerca de 3% para aproximadamente 6% ao ano. A nova taxa valerá, se for aprovada, para depósitos feitos a partir do primeiro dia do ano que vem.