Google+ Followers

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Cerest Amapá destaca ações para reduzir acidentes de trabalho


O Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador no Amapá (Cerest) tem se destacado como referência em políticas públicas de saúde no Estado. Com atenção e comprometimento, a unidade regional vem atuando para garantir a promoção da saúde e segurança do trabalhador com a realização de capacitações, inspeções, palestras e ações educativas voltadas tanto a trabalhadores quanto empresas.


Uma das preocupações do Cerest é levar o máximo possível de esclarecimentos aos trabalhadores, principalmente em relação às ocorrências de acidentes de trabalho, formas de prevenção, além de orientar a quem o cidadão deve recorrer nessas situações. O Centro também realiza visitas técnicas aos locais de trabalho com objetivo de avaliar, reduzir, eliminar ou controlar situações de riscos à saúde e à segurança, tornando os ambientes de trabalho mais seguros.
No Amapá, as ações e campanhas do Centro estão sempre focando a prevenção aos acidentes de trabalho, mas os casos ainda acontecem. De acordo com os dados da Rede Sentinela, que faz parte do Cerest, foram registrados, em 2013, 1.271 acidentes de trabalho; desse total, 1.128 acidentes de trabalho graves e 143 acidentes com material biológico.
Em 2014, de janeiro a julho, foram notificados 348 casos de acidentes de trabalho; desses, 317 graves e 31 acidentes com material biológico. De acordo com as notificações, do total de 1.271 acidentes, 56% ocorreram nas instalações do contratante, 22% em via pública, 10% instalações de terceiros, 8% ignorado ou branco e 4% em domicílio próprio.
O acidente de trabalho é aquele que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional que cause perda ou redução da capacidade de trabalho, temporária, permanente ou ainda a morte.
De acordo com a coordenadora regional do Cerest, Assunção Rocha, é a Rede Sentinela, composta por unidades de saúde chamadas de unidades sentinelas, que identifica, investiga e notifica, quando confirmados, os casos agravos relacionados ao trabalho, ou seja, doenças ou acidentes do trabalho. Atualmente, no Estado do Amapá, estão implantadas 26 unidades sentinelas distribuídas nas unidades de saúde dos 16 municípios.
"O Cerest está sempre oferecendo esse suporte aos trabalhadores, no sentido de reduzir o número de acidentes de trabalho, e assim incentivar as práticas de prevenção e conscientizar trabalhadores e empresas sobre a importância dos cuidados e prevenção aos riscos e agravos", afirmou.
O que é o Cerest
O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador é uma unidade vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que tem como função dar suporte para rede de serviços do SUS no desenvolvimento de ações que garantam o bem-estar e a saúde do trabalhador. Para tal, o Centro conta com uma equipe multidisciplinar formada por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, técnico em segurança do trabalhador, técnico em enfermagem e pessoal administrativo.
Desde sua implantação, em 2004, o Cerest vem trabalhando para assegurar atenção integral à saúde dos trabalhadores urbanos e rurais, com vínculo empregatício formal e/ou informal, atuando na vigilância, promoção, proteção, recuperação da saúde dos trabalhadores, investigando as condições do ambiente de trabalho. No Centro, qualquer trabalhador, com carteira assinada ou não, tem direito a essa assistência em doenças e acidentes diretamente ligados ao seu trabalho.
O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador/Cerest fica na Avenida Ernestino Borges, nº 380, Centro.

Fonte: Agência Amapá
Foto: Cabuloso