Google+ Followers

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Embarcação com 40 pessoas afunda em Belém, mata 2 e deixa 2 desaparecidos


A embarcação Coração do Mar afundou com 40 pessoas a bordo na ilha do Jutuba, em Belém, neste domingo (16). Duas mulheres morreram e duas crianças, de 2 e 6 anos, estão desaparecidas.
Segundo o Corpo de Bombeiros, o corpo de Maria das Mercês Medeiros Mendes, 82, foi encontrado na ilha de Cotijuba, em Belém, nesta segunda-feira (17). Ainda no domingo o corpo de Leidiane Fonseca Lira, 30, foi encontrado boiando na ilha do Jutuba.
As buscas para encontrar os irmãos Edson Pereira Carvalho, 2, e Maria Gabriela Carvalho, 6, estão sendo feitas por equipes da Marinha e do Corpo de Bombeiros. A embarcação ainda não foi localizada e o piloto fugiu. Ainda não se sabe a identidade dele, porém a Companhia Fluvial da PM (Polícia Militar) está em diligência para encontrá-lo.
O barco levavam os passageiros para o Festival do Açaí.
"Os passageiros que foram resgatados relataram que o piloto estaria bêbado. Ele fugiu e isso complica nosso trabalho para localizar o barco. Se ele não estivesse com algum problema, estaria aqui nos ajudando nas buscas", disse o tenente do Corpo de Bombeiros Leonardo Sarges.
O Corpo de Bombeiros informou que o barco operava com excesso de passageiros, que saíram do distrito de Icoaraci para a ilha do Jutuba, onde ocorreu o naufrágio. Passageiros também confirmaram que a embarcação estava superlotada.
"Foi muita agonia na hora. Entrou água pela janela, o barco virou. Não teve como salvar meus filhos, tinha muita gente. O barco estava acima da lotação, não tinha colete para todo mundo", disse Raimundo Carvalho, pai das duas crianças desaparecidas, em entrevista à "TV Liberal".
"Era só um 'botezinho' para um monte de gente. Ainda virou, um monte de crianças seguradas nele, foi um terror", contou a dona de casa Maria Oliveira à reportagem da "TV Liberal".

Aliny Gama
Do UOL, em Maceió