Google+ Followers

terça-feira, 14 de outubro de 2014

A chegada de grandes empresas mostram o bom momento econômico que vive o Amapá, afirma Camilo

A chegada de grandes empresas mostram o bom momento econômico que vive o Amapá, afirma CamiloAtacadão do Carrefour, Shopping Amapá Garden, Vila Nova Shopping, ampliação dos supermercados Santa Lúcia, Fortaleza e Favorito foram alguns dos exemplos citados por Camilo 40 para responder ao questionamento feito durante entrevista ao Jornal do Amapá (TV Amapá), ocorrida na noite desta terça-feira, 14, de que não circula dinheiro em Macapá.
“Grandes empresas não investem sem antes fazer pesquisa de mercado a médio e a longo prazo, logo esse assunto de que dinheiro não circula é boato espalhado por aqueles que não querem que a população veja os avanços que conquistamos a frente do governo do Amapá”, declarou Camilo.
E o que justifica a vinda dessas empresas é justamente a forma como o Amapá está sendo conduzido. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o Amapá, nos últimos três anos, teve um saldo positivo de 16.903 empregos de carteira assinada, havendo como destaque os setores do Comércio, de Serviços e da Construção Civil. Além disso, no mesmo período, segundo a Junta Comercial do Amapá (Jucap), mais de 14 mil empresas foram formalizadas.
Sobre substituição tributária, cuja oposição tenta confundir a opinião pública, o 40 informou que ela foi implantada no governo anterior. “A diferença é que implantamos mecanismos eficaz dessa cobrança”, explicou.
Quando a pergunta foi sobre segurança pública Camilo destacou que o Amapá vem reduzindo os índices de criminalidade. Que em 2011 nomeou todos os concursados para a área de segurança pública, comprou e alugou viaturas, implantou sete Unidades de Policiamento Comunitário.  “Temos uma política clara de segurança. No passado eles desativaram as bases da Polícia Interativa e nós estamos devolvendo a segurança ao cidadão”, lembrou o 40.
Quando o assunto foi saúde, com destaque a falta de médicos especialistas, Camilo disse que o problema atinge todo o Brasil, o que fez inclusive a presidenta Dilma lançar o programa Mais Especialidades com o objetivo de atrair profissionais das mais diversas áreas para ajudar, principalmente as regiões afastadas do centro do sul do Brasil, como o Amapá.
“Nesta área estamos construindo uma nova maternidade, construímos o hospital de Oiapoque, estamos construindo um novo hospital da Criança e do Adolescente, fizemos concurso público e nesta quinta-feira, 16, vamos inaugurar a Unidade de Pronto Atendimento 24h da zona norte de Macapá, que é o Pronto Socorro. Fizemos o que não foi feito em oito anos do governo passado”.